Vitória / ES - quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Cirurgia da Hérnia

 Esôfago l Estômago l Vesícula e Vias Biliares l Pâncreas l Cólon l Reto l Hérnias

 l Termo de Consentimento

 

  A cirurgia

Como saber se tenho hérnia? 

 

Geralmente é fácil de detectar uma hérnia. Você notará um aumento de volume da pele bem localizado e amolecido. Poderá sentir quando ergue objetos pesados, tosse, esforço ao urinar ou evacuar, ou ainda quando ficar muito tempo em pé.

 

Porque as pessoas tem hérnia?

 

A parede abdominal tem áreas naturalmente mais frágeis. Estas regiões podem dar origem às hérnias devido a grandes esforços, idade ou em regiões previamente operadas. Qualquer pessoa pode ter uma hérnia. Hérnias em crianças são na maioria congênitas. Em adultos as causas mais comuns são além da idade ou grandes esforços, em pacientes com problemas pulmonares crônicos onde existe a tosse persistente ou ainda em pacientes obesos. Em pacientes do sexo masculino com problemas de próstata onde há uma necessidade constante da prensa abdominal. Pessoas com problemas de intestino preso também podem apresentar hérnia com maior freqüência.

 

Como é a cirurgia?

 

A cirurgia pode ser realizado do modo convencional com corte ou pela via laparoscópica. Em ambos é utilizado na maioria das vezes uma tela de reforço. Para maiores informações acesse o manual de orientações ao paciente acima.

 

 

 

Quais as complicações da cirurgia de Hérnia? 

 

Apesar da cirurgia ser considerada segura, complicações podem ocorrer como em qualquer outra cirurgia.

  • As principais complicações que ocorrem em qualquer cirurgia são a infecção e a hemorragia;
  • Há um pequeno risco de lesão da bexiga urinária, alças intestinais, vasos sangüíneos, nervos ou do cordão espermático.
  • Dificuldade pós-operatória em urinar não é incomum e é transitória sendo em alguns casos necessária a passagem de uma sonda de alívio.
  • Em qualquer época a sua hérnia pode voltar. Atualmente os estudos mostram uma possibilidade de aproximadamente 4% de voltar. Isto é: em cada 100 operados 4 podem voltar a ter hérnia. O problema é que os riscos de ter uma hérnia são muito maiores que os riscos de tratá-la. Por isso a indicação cirúrgica é necessária.

Qual o preparo pré-operatório?

 

  • O jejum, pelo menos 12 horas antes da cirurgia é obrigatório.
  • Um banho na noite da véspera ou na manhã da cirurgia.
  • Alguns exames pré-operatórios são necessários.
  • Se você faz uso de medicação para doenças crônicas ou anticoagulantes, você deverá avisar seu médico pelo menos uma semana antes da cirurgia.
  • Deverá comparecer à recepção do hospital pelo menos 1 antes do horário marcado para a cirurgia portando todos os exames realizados no pre-operatório.

 

O que acontece após a cirurgia?

 

  • Quando acordar da anestesia ficará num local apropriado chamado de Centro Recuperação Anestésica onde estará sendo monitorizado até ser liberado para o quarto.
  • Na manhã seguinte da cirurgia receberá alta.
  • Em 24 a 48 horas o local da cirurgia poderá ficar uma pouco inchado.
  • Deverá ficar fora da cama no período operatório, evitando esforços físicos pelo período de duas semanas. Após este tempo deverá voltar progressivamente as suas atividades habituais.
  • Se o inchaço persistir por mais de 2 dias ou necessitar tomar medicação para dor além de 3 dias, deverá avisar o seu cirurgião.
  • Deverá marcar o retorno no consultório dentro de 10 a 15 dias para a retirada dos pontos.

 

data de atualização 06/09/2017