Vitória / ES - segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Constipação Intestinal

 

Entenda o que é

A constipação, ou obstipação intestinal, ou prisão de ventre é a diminuição da freqüência de evacuações, podendo chegar a menos de 3 vezes por semana. Ou, ainda, a constipação pode ser considerada também a evacuação de difícil eliminação.

O normal é o intestino funcionar uma vez ao dia?

Apesar da freqüência considerada normal ser desde 3 vezes ao dia até uma vez a cada 3 dias, não se pode afirmar que obrigatoriamente o intestino deva funcionar diariamente. As regras variam de pessoa para pessoa.

 

Quais as razões para o intestino não funcionar?

A constipação não é uma doença e sim um sintoma. Ela pode indicar diversas doenças que afetam o intestino grosso, como de obstrução intestinal, neurológicas, endócrinas ou metabólicas, congênitas e de causas desconhecidas. O intestino pode não funcionar adequadamente também devido ao uso de medicamentos, fatores emocionais, maus hábitos, como sedentarismo, imobilidade e impossibilidade de evacuar no momento desejado.

 

Como evitar 

Existem algumas medidas que podem auxiliar seu intestino a funcionar melhor. A primeira delas é incluir fibras em sua alimentação e beber muita água. As fibras atuam retendo este líquido no interior do intestino e, assim, produzem um bolo fecal mais volumoso, macio e lubrificado. Ao tomar água, você ajuda seu organismo nesse processo.Uma dieta adequada deve conter de 20 a 30 gramas de fibras por dia. Elas estão nos vegetais, verduras, frutas e cereais. Há dois tipos de fibras: as solúveis, que dão sensação de saciedade e as insolúveis, que têm papel fundamental no bom funcionamento do intestino. Estas estão presentes nas verduras, grãos integrais, feijão, lentilha, frutas com bagaço, ameixa preta, mamão, etc. Recomenda-se tomar pelo menos 8 copos de água ou suco por dia.Mudar a alimentação, evitar o sedentarismo e ter uma postura positiva da vida podem ajudar a melhorar o funcionamento do intestino. Procurar um gastroenterologista pode evitar complicações, como fissuras anais, hemorróidas e diverticulite, entre outras.

 

Dicas

  • Cozinhar verduras e legumes destrói parte das fibras existentes nos alimentos. Prefira ingeri-los crus ou cozidos no vapor.
  • Prefira a ingestão de cereais matinais, farelo de trigo, aveia, frutas, leite, iogurte e queijo branco.
  • Procure substituir os produtos elaborados com farinha refinada por produtos integrais (pães e cereais) e suco de frutas por frutas inteiras.
  • Procure regular o horário de funcionamento de seu intestino. Mesmo que não esteja com vontade, vá ao banheiro e dedique 15 a 20 minutos para isso. O melhor momento é logo após o café da manhã.
  • Pratique atividade física regularmente.
 

Orientações Pós-operatórias de Cirurgias Orificiais

  • Dieta deve ser rica em fibras;
  • Ingerir:
    • verduras cruas e cozidas; Legumes;
    • Frutas (mamão, ameixa preta, laranja com bagaço);
    • Farelo ou germe de trigo;
  • Ingerir líquidos (1,5 a 2 litros/dia);
  • Evacuar sempre que sentir desejo de fazê-lo;
  • Evitar o uso de alimentos irritantes da mucosa anal (álcool, pimentas, condimentos);
  • Evitar ingestão de alimentos constipantes como: farináceos, banana, maçã, pêra;
  • Abolir o uso de papel higiênico, substituindo pela higiene com água ou pelo banho de assento com água morna.